CURSO NÃO DÊ CLOSE ERRADO

Media training e responsabilidade social são tema de curso de Flávia Durante e Jéssica Balbino

Compartilhe:

Já pensou ter a carreira consolidada, muitos ‘k’ de seguidores e, de repente, dar um close errado? O medo do cancelamento é real. E ele existe, trazendo vários prejuízos a influencers e pessoas públicas que não estão atentas às principais pautas do Brasil e do mundo. Basta uma palavra deslocada, um vídeo no lugar errado, um post fora de contexto para que uma carreira despenque nestes tempos de disputa por likes.

Pensando nisso, as comunicadoras e ativistas da luta antigordofobia Flávia Durante e Jéssica Balbino criaram o curso “Não dê close errado – Media training e responsabilidade social para influencers”, com um valor pra lá de acessível e muito conteúdo não só para evitar momentos de constrangimento na carreira, mas também para ter um conteúdo sólido e relevante.

O curso acontece de 29 de junho a 27 de julho, nas noites de terça, pela plataforma Google Meet. São encontros semanais online, totalizando 10 horas, com o tema central que é a luta antigordofobia, a pauta principal no trabalho das facilitadoras. Passando por diversos recortes, causas aliadas e técnicas de criação de conteúdo e de como dar entrevistas, além de glossário do close certo e bibliografia recomendada. O público-alvo é de influenciadores, blogueires e ativistas,  além de jornalistas, publicitários e produtores de conteúdo em geral.

Atenção: Liberação de cinco bolsas sociais para pessoas gordas e pertencentes às comunidades negras, indígenas, LGBTQIA+, etc. Inscreva-se pelo e-mail: popplusbr@gmail.com Envie um texto dizendo porque para você é importante esse curso.

[GARANTA SUA VAGA AGORA]

Formato:
online
encontros semanais
10hs de curso

Público-alvo:
blogueires, influencers, ativistas, jornalistas, publicitários, produtores de conteúdo

Ementa:
– O que é empatia?
– O que é responsabilidade social?
– O que é identidade?
– O que é gordofobia?
– Causas aliadas: feminismo, maternidade, racismo, capacitismo, LGBTQIfobia, causas indígenas, classismo
– Como movimentar sua comunidade nessas pautas
– Identidade x pertencimento
– Como tratar de pautas importantes sem dar close errado
– Como criar relevância a partir de pautas espinhosas sem ser repetitivo
– Dicas para criação de conteúdo
– Departamento de vai dar merda: caso o tombo venha, como gerenciar sua crise
– Deu merda, e agora? Como redigir desculpas adequadas
– Como dar entrevistas em vídeo, áudio e texto
– Como lidar com haters
– Como lidar com marcas
– Ética na influência
– Influencers de diversos segmentos para seguir
– Glossário: termos e expressões para abolir de suas redes sociais
– Referências bibliográficas e de conteúdo

[GARANTA SUA VAGA AGORA]

Facilitadoras:

Flávia Durante

Flávia Durante é comunicadora, DJ, empresária, professora e ativista. Desde 2012 produz em São Paulo o Pop Plus, feira de moda e cultura plus size, com média de público de 12 mil pessoas por evento, – atualmente com edições online -, e que se tornou um dos maiores eventos plus size do mundo. Ao longo destes 9 anos tem desmistificado conceitos e conselhos que mulheres (e homens também) vêm ouvindo há décadas em relação à moda.

Falando sobre como a moda pode trazer dignidade para pessoas gordas, foi palestrante em 2018 no TEDx Laçador, em Porto Alegre. Foi embaixadora do programa #ElaFazHistória do Facebook. É professora na Pós-Graduação em Negócios no Mercado Plus Size do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e no Curso de Consultoria de Moda Plus Size de Manu Carvalho.

Como jornalista, foi editora do site das revistas Trip e Tpm e do portal Virgula. Como assessora de imprensa trabalhou nas gravadoras EMI, Trama, no Grupo Vegas de entretenimento e com a banda CSS (Cansei de Ser Sexy). Foi colunista dos sites Erika Palomino, Lucio Ribeiro, Show Livre e manteve um blog sobre representatividade gorda no Universa Uol.

Começou a discotecar em meados de 2001. Entre 2002 e 2008 coproduziu a POPSCENE!, festa que resgatou a noite alternativa de Santos e virou referência no País. Discotecou nas melhores casas de São Paulo, além de clubes em Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Sorocaba, Fortaleza, Salvador, além de Barcelona e Lisboa. Nos anos 2000 editou o Assessorindie, primeira newsletter semanal sobre a cena independente brasileira. Apaixonada pela sonoridade dos países vizinhos, é embaixadora da música latina nas pistas brasileiras.

Figurou nas listas de mulheres inspiradoras de 2013 e 2014 pelo site Think Olga e foi escolhida uma das 24 mulheres que estão fazendo a diferença pela revista Marie Claire em 2015. Em 2016 estrelou um vídeo da campanha #PODEVIR do TNT Energy Drink, cujas visualizações ultrapassaram mais de 3 milhões de views no Facebook e mais de 300 mil no YouTube.

Flávia publica conteúdo relevante e divertido, dialoga com público de várias faixas etárias, principalmente os ligados à música, cultura pop, cultura latina, moda plus size, maquiagem, viagens musicais, fat positivity e ao universo LGBTQIA+, do qual é aliada.

Instagram: @flaviadurante // @popplusbr
www.flaviadurante.com
www.popplus.com.br

Flávia Durante

Jéssica Balbino

Por paixão e por formação, Jéssica Balbino é jornalista e acredita que as narrativas podem transformar o mundo. Psicanalista em formação, viciada em café e histórias, é mestre em comunicação pela Unicamp, premiada pelo Estado de Minas Gerais com o projeto Margens e pelo Minc com o livro-reportagem “Hip-Hop – A Cultura Marginal”. Recebeu também, por dois anos consecutivos, o prêmio Maiores & Melhores, na categoria Assessoria de Imprensa.

Dedica-se a registrar histórias por meio das vivências. É autora dos livros “Gasolina & Fósforo”, “Hip-Hop – A Cultura Marginal” e “Traficando Conhecimento”, além de ter participado de várias antologias.

Entusiasta do jornalismo literário, coordena o Margens, projeto que realiza curadoria, divulgação e edição de conteúdo e reportagens de literatura contemporânea brasileira, especialmente a produzida por mulheres. Criou o Insurgências Gordas, primeiro curso com intelectuais gordes do país.

Foi jurada do Prêmio Jabuti e do Prêmio Arte como Respiro do Itaú Cultural. Foi incluída no curso de Literatura Latino-Americana da Universidade de Berlim como bibliografia obrigatória da disciplina de literatura marginal e periférica.

Participou de eventos literários dentro e fora do país e é também curadora e produtora de projetos literários como o próprio Margens, o Lá na Laje, que durante o ano de 2018 e 2019 realizou duas temporadas de um clube do livro sem livros no Sesc Pompeia e posteriormente no Sesc Osasco, do ciclo Margens no Itaú Cultural em 2017, bem como do encontro de Arte da Periferia no Flipoços desde 2009.

É colunista do site Puta Peita e escreve para veículos como UOL, Catraca Livre, M pelo Mundo, BuzzFeed, Hysteria e Suplemento Pernambuco. Foi editora do G1 por quatro anos.

Trabalha como assessora de imprensa apenas para pessoas e projetos em que acredita – e que transformam o mundo, entre eles, Mel Duarte e Livraria Africanidades, já tendo passado por projetos e eventos como Flipoços, Mostra Cultural da Cooperifa, Festival Percurso, entre outros.

Foi âncora e editora de conteúdo do podcast #Rabiscos entre 2018 e 2020, fazendo mais de 100 entrevistas com autores contemporâneos, conduzindo e construindo séries de entrevistas.

Em 2017, foi apontada pelo Centro Cultural de São Paulo como uma das 100 mulheres que mais incentivam a cultura no país. Quando não está trabalhando, estuda psicanálise, gosta de cozinhar e viajar, mas depois, escreve sobre as experiências.

Instagram: @jessicabalbino_
www.margens.com.br

Jéssica Balbino

 

[GARANTA SUA VAGA AGORA]

CURSO NÃO DÊ CLOSE ERRADO



Compartilhe: