Loading...

Maquiagem cruelty free: marcas nacionais sem teste animal

Compartilhe!
2

Estamos vivendo um momento de transformação em que a consciência sobre nossos atos como pessoas e como sociedade tem sido alvo de novas reflexões. Temos avaliado com mais precisão e clareza o que compramos – de maquiagem e roupas a várias outras áreas – e isso nos levou a realmente avaliar a importância do consumo consciente, que se baseia em entender como a produção dos bens e uma preocupação sobre como as marcas impactam o mundo.

Comprar em brechós, evitar o uso de embalagens, dar prioridade para marcas pequenas e/ou que praticam slow fashion, reciclar, abolir canudos e absorventes descartáveis são só algumas das transformações que têm ganhado força. Mas existe um elemento do consumo consciente que já é pauta há anos e que começou a ganhar força com a internet: a relação das empresas de cosméticos com os testes em animais. 

Quanto maior fica nosso conhecimento sobre a origem do que consumimos, maior nossa intolerância com marcas que fazem testes em animais. O conceito de cruelty free é usado para classificar produtos e marcas que não causam nenhum dano ou morte de nenhum ser humano ou animal. E as marcas estão cada vez mais atentas à necessidade de seus consumidores em ter fácil acesso ao posicionamento da marca e a origem do produto, então hoje vemos selos de certificação como os da Leaping Bunny, Peta e Choose Cruelty Free. 

Mas infelizmente, mesmo com a popularização do consumo consciente, os testes em animais ainda são comuns. Por isso ainda é importante pesquisar, e esse tipo de informação já é mais fácil de se encontrar atualmente – você pode procurar no Google se a marca do produto que quer comprar testa em animais, ou pode ir diretamente ao PEA. 

No post de hoje reunimos cinco das marcas de cosméticos nacionais mais bacanas da atualidade que são cruelty free: 

Vult

Popular desde que surgiu no mercado, a Vult tem uma linha de maquiagem completa, com preços acessíveis e um mix de produtos que respeita as variadas características da pele da mulher brasileira.

Océane

A Océane está há nove anos se reinventando para fortalecer sua presença no mercado nacional. A marca, que ficou conhecida pelos lenços removedores de esmalte, lançou mais de 600 produtos desde então, entre eles maquiagens, esmaltes e acessórios que são populares entre maquiadores profissionais, por oferecem produtos específicos para esse tipo de uso.

Arielle Morimoto

Arielle Morimoto é formada em ciência e tecnologia e decidiu investir na sua paixão por maquiagem, criando produtos a partir de ingredientes naturais e de cultivo orgânico; além disso suas fórmulas são desprovidas de ingredientes que possam ser prejudiciais à saúde como: parabenos, ftalatos, triclosan, lauril sulfato de sódio, glúten, BHT e PEG.

Adversa

 

A Adversa Cosméticos chegou há pouco tempo no mercado, trazendo uma base vegana e de alta cobertura que rapidamente ganhou o coração das influencers. A marca é moderna e sua identidade visual é fresca e jovial. O mix de produtos está crescendo aos poucos, o que mostra uma preocupação e cuidado com o seu desenvolvimento.

Quem disse, Berenice?

A Quem disse, Berenice? pertence ao grupo Boticário e nasceu com a proposta de questionar os conceitos sobre maquiagem, inspirando mulheres a serem livres para experimentar diferentes possibilidades. A marca tem uma linguagem descolada e única, apresentando seus produtos de forma divertida, sempre conectada com as tendências atuais e trazendo lançamentos criativos.

 

Sobre a diferença entre vegano e cruelty free:

Todo produto vegano é cruelty-free, mas nem todo produto cruelty-free é vegano. A diferença está no fato de produtos veganos não possuírem em sua composição qualquer matéria prima de origem animal (mel, cera de abelha, lanolina, colágeno, albumina, carmim, colesterol, gelatina etc.), ao passo que o produto cruelty free pode conter esses ingredientes na composição, contanto que nenhum material seja testado em animais.