Loading...

Semana Fashion Revolution discute moda e consumo consciente

Compartilhe!
1

Entre os dias 23 e 29 de abril acontece em várias partes do mundo a “Semana Fashion Revolution”, que celebra os trabalhadores da indústria da moda e relembra o desastre da queda do Rana Plaza que aconteceu em Bangladesh dia 24 de abril de 2013.

“Eu não quero morrer pela moda” – Imagem do documentário The True Cost

O Fashion Revolution é um movimento global criado com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto. Chegamos ao ponto de ter que lutar pela importância de coisas que deveriam ser básicas para todos os segmentos, como preservação do meio ambiente e respeito pela integridade dos trabalhadores. Mas através de movimentos como esse podemos sensibilizar de alguma forma  e conscientizar a sociedade para a atual condição dessa indústria.

O evento acontece simultaneamente em vários países e terá apresentações em todo  Brasil. Veja a programação completa: http://bit.ly/fashionrevolutionbr

 

Com a chegada de seu quinto ano o movimento uniu alguns dados notáveis sobre o seu impacto na indústria:

  • Ano passado (2017) 2,5 milhões de pessoas se envolveram com o movimento. Mais de 100 mil pessoas questionaram #whomademyclothes.
  • 2.416 marcas responderam a hashtag e compartilharam informações sobre a sua cadeia produtiva. Mais de 150 grandes marcas publicaram onde são feitas suas roupas.
  • Por ano, mais de 3.600 profissionais responderam #imadeyourclohes
  • Mais de 1.300 fábricas foram inspecionadas em Bangladesh desde a tragédia do Rana Plaza.
  • O governo de Bangladesh aumentou em 77% o salário mínimo da área – agora são $68 por mês.
  • Mais de 70 marcas se comprometeram a participar da campanha Detox do Greenpeace, que consiste em eliminar os produtos químicos prejudiciais das cadeias de produção da moda. Juntas, essas marcas representam 15% da produção têxtil global.

E no Brasil:

  • Em 2017, 225 eventos aconteceram em 37 cidades durante a Semana Fashion Revolution.
  • 150 atividades aconteceram em 50 faculdades, com a participação de 31 estudantes embaixadores.
  • O Brasil foi o país com o maior uso da hashtag #fashionrevolution, com 19% das menções mundiais, totalizando 4.884.

 

E se a moda plus size e a representatividade gorda devem estar presente em mais debates, a questão não seria diferente quando se trata de sustentabilidade. Ainda estamos em processo de inclusão na moda mas também precisamos tomar conhecimento dos processos éticos na produção de nossas roupas. E nossa voz nesse movimento será transmitida por Flávia Durante, organizadora do Pop Plus que participará do Fashion Revolution em duas atividades.

* 25/04|19h – Debate na Fashion Revolution na Casa JS – Consumo Consciente: QUEM FAZ– Casa Jardim Secreto – SP/SP

Mediação: Claudia Kievel e Gladys Tchoport (Jardim Secreto Fair)

– Os criadores das marcas Maria do Barro e Jezebel
– Flávia Durante  – Pop Plus
– Flávia Ribeiro – fotógrafa e consultora de imagem digital

* 28/04 | 20h – Debate “Diversidade na Moda” na Semana Fashion Revolution – São Paulo Unibes Cultural – SP/SP

Mediação – Loreny Ielpo

– Heloisa Rocha – Moda em rodas
– Michele Simoes – Meu corpo é real
– Flávia Durante – Pop Plus
– Mariana Iannuzzi

No Rio de Janeiro a blogueira Mariana Rodrigues representa o segmento dentro da Semana:

*28/04|15:30 – Debate “Narrativas Possíveis” no Encerramento Semana Fashion Revolution Rio – RJ/RJ

Como inserir novas narrativas, referências e protagonismos no mercado de moda? Como tornar acessível a discussão sobre novos caminhos do consumo?

Mediação: Clariza Rosa – Jacaré Moda

– Rebeca Costa – Criadora do Blog Looklittle
– Rafael Joaquim – Coolhunter Favela
– Mariana Rodrigues – Aquela Mari

E em Campina Grande também haverá uma atividade relacionada a pressão estética:

*28/04 |15h40 – Palestra “Pressão estética, gênero e feminismos” – Campina Grande/PB
Com Evellyn Lima e Marcella Alencar, do Bruta Flor Coletivo Feminista.

Conheça algumas marcas plus size e all sizes nacionais que trabalham com práticas sustentáveis:

Coletivo de Dois
Natieppo
FALA
Aline Vito
ALT
Melinde
Cor de Jambo Moda Praia 
Atelier Cretismo
Asobi ModeJapan
Iguana Eco
Ateliê Cherry Pop
Feminina Plus Size
Cassia Isbener
Elvira Matilde
Lili da Ena

→ Acompanhe a Semana Fashion Revolution nas redes sociais:

www.facebook.com/fashionrevolution.brasil
www.instagram.com/fash_rev_brasil