Loading...

Estados Unidos do Plus Size: inspiração para o mercado mundial

Nós sabemos que o mercado plus size está em ascensão, mesmo que as vezes ainda pareça que a indústria da moda só esteja disposta a vestir pessoas magras. Temos acompanhado com orgulho e carinho a evolução desse segmento aqui no Brasil, mas é impossível não olhar com admiração para marcas internacionais que inevitavelmente nos servirão como referência e exemplo de inovação.

A indústria da moda americana é responsável pelo surgimento do plus size e se ela está sempre à frente quando se trata de desafiar padrões é por causa da demanda criada no país, principalmente nos últimos anos. Uma pesquisa feita pela Plunkett Research* em 2014 mostrou que o mercado de moda plus size vendeu 18 bilhões de dólares naquele ano, um crescimento de 5% para o segmento. O estudo também afirma que 67% da mulheres americanas usam tamanhos acima do 14 (44 aqui no Brasil).

Continuar ignorando esta demanda seria um erro, por mais que que muitos varejistas ainda considerem o plus size um mercado de risco. Aos poucos, redes de fast fashion como a Forever 21 começaram a incluir tamanhos maiores em suas linhas. Os grandes estilistas continuam hesitantes mas mesmo assim nomes como Prabal Gurung, Michael Kors e Christian Siriano decidiram enfrentar os estigmas e criar roupas para mulheres gordas.

A possibilidade de termos coleções criadas especialmente para mulheres gordas surgiu por causa de marcas como a Lane Bryant. A pioneira do segmento surgiu em 1904 e já criava roupas para o que eles chamavam de “stout women” (mulheres fortes) no início do século passado. A Lane Bryant também foi responsável por cunhar o termo plus size e insistir para que suas modelos fossem inseridas em revistas e catálogos. Hoje a marca é conhecida por ser uma catalisadora, com suas campanhas cheias de representatividade e mensagens de body positivity. O lançamento mais atual da marca é o #TheNewSkinny, um jeans criado juntamente com suas consumidoras, que foram ouvidas durante todo o processo de criação da peça. O diferencial desse jeans é possuir tecnologia têxtil capaz de expandir e voltar ao tamanho normal, o que permite um melhor caimento em todo tipo de corpo.

Nós sabemos que essas mudanças não representam um terço do que a indústria da moda realmente precisa para se tornar inclusiva de verdade. Mas essas são nossas principais referências e acompanhar o mercado internacional vai continuar sendo importante para que estejamos armados de precedentes para as mudanças que queremos ver por aqui também.

Reuni algumas das notícias que agitaram o mundo plus size nas últimas semanas:

  • No próximo dia 12 de setembro a Torrid (que vende peças do tamanho 10 ao 30) desfilará sua coleção SS18 na New York Fashion Week, essa será a segunda vez que uma marca plus size faz parte do line-up do evento. A primeira marca plus size a desfilar na NYFW foi a Cabiria Style, que participou de um desfile do Fashion Law Institute organizado em colaboração com a IMG em 2013.

A marca Cabiria, a primeira marca plus size a desfilar em uma NYFW, em 2014

  • As blogueiras Gabi Gregg e Nicolette Mason lançaram sua própria marca. A Premme estreou no dia 25 de julho e teve suas peças esgotadas rapidamente, com novo estoque logo reposto. Disponíveis do tamanho 12 ao 30, custam entre $30 e $89. Ambas já fizeram coleções em parceria com outras marcas, bem como prestaram consultoria para o desenvolvimento de outras grifes. Portanto, sabiam quantas falhas ainda existiam no segmento e passaram três anos se preparando para esse lançamento. Elas realmente querem mudar o mercado e não escondem suas intenções, o nome da marca é uma mistura de “premiere”,”femme”, “feminine” e “feminist”.

  • Nos dias 21 e 22 de julho aconteceu em Atlanta/GA, a The Curvy Fashionista Style Expo. O evento é uma iniciativa de Marie Denee, responsável pelo blog The Curvy Fashionista, um dos principais blogs fashionistas da comunidade plus size mundial. O objetivo do evento é disponibilizar de forma ampla e inclusiva a moda plus size para aquelas mulheres que sempre se viram obrigadas a comprar em áreas separadas ou nos fundos das lojas. Essa foi a terceira edição do evento, que contou com a presença de 40 marcas, desfiles, rodas de conversa e patrocínio até da Chevrolet.

 

O evento do blog The Curvy Fashionista

(*) Nicole Duarte é comunicadora, especialista em marketing digital e editora de O Cabide, blog para estudantes de moda, plus size e amor próprio. A partir de hoje ela é redatora do blog do Pop Plus trazendo seu conhecimento sobre o mercado para nossas clientes e leitoras.